3.11.05

A Filosofia como parte do processo eduacional e sua utilidade

A Filosofia, pela sua própria história permite-nos ingressar em uma tradição na qual o questionamento da diversidade das experiências humanas, dos seus saberes e preconceitos, constitui-se em sua caracteristica mais destacada; um tema que não interessa sómente aos especialistas porque, por mais estranho que isso pareça, provavelmente não exista um ser humano que tenha se tornado um filósofo alguma vez em uma circunstância de sua vida.
No Brasil o ensino de Filosofia não possui uma tradição a altura da mesma. Temos como exemplo um dos períodos mais ¨negros¨da nossa história - o golpe militar de 1964 - que por longo tempo baniu a Filosofia e Sociologia dos curriculos escolares. Sómente por isso a sociedade percebeu o quanto elas eram importantes na formação do cidadão. Mas o erro foi corrigido com a publicação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - Lei 9394 de 20.12.1996 - que através do Artigo 36 estabelece o retorno desses cursos às escolas.
Só que hoje percebemos que o ensino de Filosofia em nossas escolas apresenta muitas falhas, embora as escolas possuem autonômia para reorganizar seus curriculos, desde que observadas as determinações gerais e específicas de cada sistema educacional sendo que hoje no processo de formação existe a dificuldade de transposição de idéias e teorias para a esfera prática. Não existe uma base para o aluno do ensino médio em que ele se transforme e um aluno ativo, critíco, autor de seu processo de aprendizagem continuo para além do espaço escolar. A formação do profissional que vai auxiliar esse aluno ainda é falho; nossas escolas ainda carecem de profissionais especialistas na área de Filosofia. O que se percebe hoje é que muitas escolas substituem esse especialista por outro menos qualificado que não pertence a área contribuindo assim para a má qualidade do aprendizado.
Hoje temos na formação de nossos profissionais caracterizado por um ensino linear; aprende-se só o que que for relevante para a carreira. O interessante é que o professor de Filosofia não aprende a ser um professor, mas sim um técnico, um reprodutor de conhecimentos sem desenvolver o senso critíco em si mesmo e nos futuros alunos. Esse professor formado no ensino superior não tem a capacidade, a facilidade de saber o que dizer aos seus alunos além de repetir fórmulas feitas e mal compreendidas que ouviu na universidade.
Um profissional da Filosofia nas escolas de ensino médio também depende muito do que elas devem ser: possuir um ambiente propício à atividade dos alunos onde seus empreendimentos formem unidades (alunos) tipicos da aprendizagem; onde a escola precisa ter profissionais (professores) que, de um lado sejam conscientes que o desenvolvimento sómente se dá pela atividade qualificada e progressiva do aluno; que tenha uma interdiciplinaridade coletiva, conhecimento, análise dos temas atuais, etc... .
Sendo assim, o desafio da Filosofia e sua utilidade está em contribuir para aproximar os jovens das questões problemáticas colocadas pela própria Filosofia, contribuindo para que esses jovens olhem o mundo e todas as suas relações incluindo homem e universo, de maneira menos confusa, capaz de questiona-lo e propor soluções através de uma atividade fundamentalmente racional, de reflexão sobre temas éticos, políticos, morais presentes no dia-a-dia, além de tomar contato com as várias teorias explicativas de como conhecemos e o que é o conhecimento enquanto tal. Mas ainda assim muitos discutem sobre a utilidade da Filosofia. As pessoas se perguntam se vale a pena optar pela Filosofia e para que afinal serve a Filosofia. Para se encontrar uma resposta para essas perguntas, seria muito bom levar em conta o que diz a filosofa Marilena Chauí:
¨Se abandonar a ingenuidade e os preconceitos do senso comum for útil; se não se deixar guiar pela submissão às idéias dominantes e aos poderes estabelecidos for útil; se conhecer o sentido das criações humanas nas artes, nas ciências e na política for útil; se dar a cada um de nós e à nossa sociedade os meios para serem conscientes de si e de suas ações numa prática que deseja a liberdade e a felicidade para todos for útil, então podemos dizer que a Filosofia é o mais útil de todos os saberes de que os seres humanos são capazes¨.

Referência Bibliogáfica:
GALLO,S;KOHAN,W.(Orgs).Filosofia no ensino médio.Petrópolis:Vozes,2000

web site hosting count: